Canil Little Crystal - canil maltês, filhotes maltês micro padrao,  altamente selecionados, brancos, sem lagrima, super pequenos, campeão.

 História Maltês

O maltês é a menor raça branca do mundo e a mais antiga entre as raças que surgiram com a finalidade exclusiva de cão companhia, documentos datam sua existência desde 4 mil a.C., e durante todo esse tempo foi tratado como cão de companhia o que explica sua capacidade de adaptação ao ritmo de vida dos donos.

Há séculos na Grécia e império romano, o maltês já era conhecido como "cão de colo".

Quanto à sua origem dizem que foi na Ilha de Malta.

Padrão Oficial da Raça

FCI no. 65, de 27/10/89

País de origem: Bacia Mediterrâneo Central

Nome no país de origem: Maltese

Nome no Brasil: Maltês

APARÊNCIA GERAL: cão pequeno, tronco alongado, com uma pelagem branca e bem longa, muito elegante, de cabeça erguida, com confiança e imponência.

PROPORÇOES IMPORTANTES: o comprimento do tronco ultrapassa, em torno de 38% a altura na cernelha. O comprimento da cabeça é igual a 65% da altura no cernelha.

TEMPERAMENTO E CARÁTER: esperto, afetuoso, muito dócil e inteligente.

CABEÇA: de comprimento igual a 65% do altura na cernelha. Tendendo a larga, um pouco maior que a metade do comprimento.

Crânio: de comprimento ligeiramente maior que a do focinho; a largura, entre as arcados zigomáticas, é igual ao comprimento, consequentemente, um pouco maior que a metade do comprimento total. No sentido do comprimento, a linha superior do crânio é pouquíssimo arqueado; o topo do crânio, entre as orelhas, é chato, com occipital pouco marcado; arcadas superciliares, juntamente com seios frontais, são muito pronunciadas; sulco sagital ausente ou pouquíssima marcado; as faces laterais do crânio são sutilmente arqueadas.

Stop: muito marcado, fazendo um ângulo de 90 graus.

Trufa: vista de perfil, fica no alinhamento da cana nasal. A linha anterior da focinho é vertical. Volumosa, arredondada e com os narinas abertas. É, rigorosamente, pigmentada de preto.

Focinho: comprimento é igual 65% do comprimento total da cabeça, portanto, menor que a metade. As regiões sub-orbitais são bem cinzeladas. A altura é um pouco menor que 20% da comprimento.

As faces laterais são paralelas, mas vista de frente, não parecem quadradas, enquanto que o face anterior se harmoniza, através de curvas, com as laterais. A linha superior do focinho é reta, com o cana nasal bem marcada no segmenta central.

Lábios: vistos de frente, a oclusão dos lábios forma um semicírculo bem aberta. Desenvolvendo-se na mesma profundidade da comissura. Os lábios superiores tocam, perfeitamente ajustados, as inferiores, em todo sua extensão, de modo que alinha interior fica delineada pela mandíbula. A rima labial é, também rigorosamente pigmentada de preto.

Maxilares: moderadamente desenvolvidos, de aparência leve e perfeitamente articulados. A mandíbula forma a linha inferior, reta, com a ponta do queixo em articulação normognata.

Dentes: as arcadas dentárias articulam-se perfeitamente e os incisivos fazem a oclusão em tesoura. Os dentes são brancos, bem desenvolvidos e numericamente completas.

Olhos de tamanho maior do que seria normal, abertos. de contorno tendendo ao redondo, pálpebras bem ajustadas, de inserção frontal aflorante, um tonta ressaltados, jamais profunda. De cor ocre carregado e a orla das pálpebras preta. Vistos de frente, o esclerótica deve permanecer oculta.

Orelhas: de formato tendendo ao triângulo em torno de 33% do comprimento. Inserção alta, acima das arcadas zigomáticas, portadas pendentes, caídas rente às faces. Pouca mobilidade.

PESCOÇO: não obstante seja fartamente revestido de pêlos longos, a nuca permanece bem delineada. linha superior é arqueado, com o comprimento cerca da metade do altura na cernelha, portado erguido sem apresentar barbela.

TRONCO: o comprimento, medido da ponta do ombro à ponta da nádega, é 38% maior que a altura cernelha.

LINHA SUPERIOR: reta, até a inserção da cauda.

Cernelha: ligeiramente acima da linha superior.

Dorso: de comprimento, em torno ate 65% da altura na cernelha - tórax amplo de profundidade abaixo do nível dos cotovelos, com as costelas, moderadamente, arqueadas. O perímetro torácico é 66% maior, que altura na cernelha.

Peito: esterno muito longo.

Garupa: o contorno continua o da linha superior, sendo muito larga e longa, angulada, em torno de 10 graus com a horizontal.

CAUDA: inserção no alinhamento da garupa, é grossa na raiz, terminando em ponta. Comprimento em torna ate 60% da altura no cernelha, formando uma grande curva, cuja ponta recai sabre a linha central da anca, tocando a garupa. A garupa fazendo uma curva lateral para um dos lados do tronco, é tolerada.

ANTERIORES: vistas no conjunto são bem articulados ao tórax e bem aprumados.

Ombros: escápula é igual a 33% da altura na cernelha e angulada de 60 a 65 graus com a horizontal. Tende a ser paralela ao plano médio, longitudinal da tronco.

Braço: de comprimento maior do que o da escápula e igual aos 40 a 45% da altura na cernelha, angulada a 70 graus com a horizontal Bem ajustada ao tórax, nos dois terços proximais, trabalhando quase paralelo ao plano médio longitudinal do tronco.

Cotovelo: trabalho paralelamente ao plano médio longitudinal do tronco.

Antebraço: seco, com os músculos pouco desenvolvidos, mas de ossatura robusta em relação às proporções da raça. Mais curto que o braço, medindo cerca de 33% da altura na cernelha.

Carpo: no prumo do antebraço, com bastante mobilidade, sem mobilidade e revestido de pelagem Fina.

Metacarpo: com as mesmas características do carpo, sendo reta em virtude do pouco comprimento.

Patas: redondas, dígitos compactos e arqueados, com a sola dos almofadas plantares e digitais, pigmentadas de preto. Unhas escuras, preferencialmente pretos.

POSTERIORES: vistas em conjunto, ossatura robusta e paralelos. Vistas por trás, aprumadas desde a garupa.

Coxa: com músculos rígidos e o perfil posterior arqueado. Paralela ao plano médio longitudinal do tronco é, relativamente, pouco angulado. De comprimento próximo aos 40% da altura, na cernelha e largura, um pouco menor que o comprimento.

Pernas: com a crista da tíbia pouco marcada, Fazendo um ângulo de 55 graus com a horizontal e de comprimento, ligeiramente maior que o da coxa.

Jarrete: angulado a 140 graus com a tíbia, a distância da ponta ao solo é, ligeiramente, maior que 33% da altura na cernelha e, perfeitamente aprumado.

Patas: com características idênticas às dos anteriores.

MOVIMENTAÇÃO: uniforme, rasante, fluente, com passadas curtas e muito rápidas no trote.

PELE: bem ajustada e toda bem amoldada ao carpo, pigmentada com manchas escuras e vermelho vinho, especialmente no dorso. A orla das pálpebras a terceira pálpebra, rima labial e as mucosas são pretas.

PELAGEM: simples, sem subpêlo, densa, de textura sedosa, brilhante, caindo pesadamente e bem longa em todo o corpo, permanecendo lisa ao longa da linha superior, sem indício de ondulação ou encaracolamento. No tronco, o comprimento do pêlo ultrapassa o da altura na cernelha e cai, pesadamente, no solo como um manto bem assentado sabre o tronco, o qual deve modelar, sem dividir-se nem formar tufos ou mechas. Os tufas ou mechas são admitidas nos membros anteriores, desde o cotovelo e, nos posteriores, desde o joelho abaixo até as patas. Na cabeça, a pelagem é bem longa, tanto na cana nasal, onde se confunde com a barba, quanto no topo do crânio, de onde cai, até mesclar-se com a das orelhas. Na cauda, os pêlos caem de um só lado do tronco, quer dizer, sobre um dos flancos e sobre a coxa, o comprimento alcança os jarretes.

COR: branco puro, admitindo-se o marfim pálido. Traços de laranja pálido, sob a condição que pareçam pêlos sedosos, são admitidos, mas indesejáveis, constituindo, portanto, uma imperfeição, dando a impressão de pêlos sujos. Não são admitidas as manchas definidas, ainda que pequeníssimas

TALHE: altura para as machos 21 a 25cm no cernelha.

Para as fêmeas de 20 a 23cm. Pesa - de 3 a 4 quilos.

FALTAS: qualquer desvia das termas deste padrão deve ser considerada como falta e penalizada na exato proporção de sua gravidade, valendo, inclusive, para a estrabismo bilateral e poro a comprimento do tronco que ultrapasse as 43% da altura no cernelha.

FALTAS ELIMINATÓRIAS: cana nasal romana fortemente acentuada; prognatismo acentuado, se alterar o aspecto formal do focinho. Nos machos, altura acima de 26cm ou abaixo de 19cm; nas Fêmeas, acima de 25cm ou abaixo de 18cm.

DESQUALIFICAÇÕES:

1. Divergência ou convergência acentuada das linhas superiores da crânio e do focinho;

2. Trufa, despigmentação total ou pigmentação diferente do preta;

3. Despigmentação total das pálpebras;

4. Prognatismo superior;

5. Olhas porcelanizados;

6. Anurismo ou braquiurismo congênitos ou adquiridos;

7. pelagem ressecada

8. qualquer cor diferente do branco, exceto o marfim pálido;

9. Manchas de qualquer cor; por menores que sejam;

10. Mono ou criptorquidismo; ou desenvolvimento insuficiente de um ou de ambos os testículos.

 

     Diogo Ortiz - fones: 55 + 11-4614-5445

Informações : 11 - 94757-5855

Atendimento das 9:00 as 18:00 de Segunda à Sábado!!!

 Links - Home / Shih-tzu / Maltês / Spitz Alemão Anão / Castração / Email 

Copyright Protected ©  All Rights Reserved

Proibido copia total ou parcial de qualquer figura, fotografia ou texto dessa pagina.